E agora os cuidados com as peças dos bebês!!!!

Olá pessoal!!

Por ser a dúvida de muitas mamães e de muitas clientes, vamos fazer hoje um post especial com os cuidados na lavagem das roupinhas e sapatinhos (também os de crochê) do bebê!!!!
Aqui vão, os 5 cuidados essenciais ao lavar a roupa do seu bebê para evitar irritações e alergias!!!

A pele do bebê recém-nascido merece muita atenção e cuidado, pois como se sabe ela é bem mais sensível e vulnerável que a dos adultos. É também nesta fase de vida que o sistema imunológico da criança ainda está se desenvolvendo e os anticorpos sendo formados.
Por conta disso é necessário redobrar a  atenção a algumas recomendações na lavagem das roupas dos pequenos para, dessa forma,  mantê-los longe dos problemas alérgicos.
Para esclarecer algumas dúvidas o iG separou cinco cuidados especiais que merecem a atenção das mamães, principalmente até o primeiro ano de idade da criança. Confira!

1-   Lave as peças antes do primeiro uso
Todas as roupas do bebê, inclusive lençóis, fronhas e toalhas devem ser lavados antes do primeiro uso para evitar irritações e possíveis alergias devido à presença de poeira, ácaros e fungos. Mesmo que as roupas pareçam limpas, lembre-se que foram manuseadas por várias pessoas enquanto estavam estocadas nas lojas.
“Muitas dessas roupinhas também possuem substâncias como perfume e goma, o que pode causar problemas ao bebê”, alerta a pediatra Monica Soares de Souza, do Conselho Científico do Departamento de Alergia e Imunologia da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria).
Mamãe de Miguel, a assistente de consultório odontológico Lucimar Morelatto, de 38 anos, aproveitou o período de gestação para lavar todo o enxoval do pequeno, hoje com de dois meses . “Fiz questão de cuidar de cada pecinha do bebê. Esperava juntar cerca de 10 roupas para então lavar”, conta.

2-   Não misture as roupas de bebês com as peças de adultos durante a lavagem
É muito importante lavar as roupas do bebê separadamente e não misturá-las com as roupas de outros familiares da casa.
A pediatra alerta para o risco de contaminações devido a bactérias que podem estar presentes no suor em regiões como axilas, pés e virilha nas roupas de adultos.
Para facilitar o processo é indicado até mesmo ter baldes e cestos específicos apenas para as roupas da criança. Como a pele do bebê é bem delicada, todo cuidado é pouco.

3-   Utilize sabão neutro
Os produtos utilizados para a lavagem de roupa dos adultos não podem ser os mesmos para os bebês. “O sabão de coco ou um sabão neutro específico para crianças contêm menos ácido e perfume em sua composição, minimizando o risco de alergias, além da maior facilidade de enxague destes produtos”, explica Monica.
Para as manchas que são difíceis de sair é importante nunca utilizar produtos que contenham cloro na composição, como a água sanitária. “A água sanitária deixa um cheiro forte nas roupas e favorece uma reação de hipersensibilidade e irritação, ainda mais se o bebê tiver qualquer predisposição genética a desenvolver alergias de pele ou respiratórias”, reforça a médica.
A especialista comenta que produtos à base de peróxido de hidrogênio são uma melhor opção, devido ao produto evaporar com maior facilidade. Porém, ao utilizar produtos branqueadores líquidos ou em pó, o enxague deve ser intenso para que não fique nenhum resíduo nas roupas do bebê.
“Sempre deixo as roupinhas de molho por um tempo com sabão próprio e alvejante sem cloro antes da lavagemDepois da chegada do Miguel descobri que isto realmente funciona e não preciso perder muito tempo esfregando as peças com manchas típicas desta fase”, revela Lucimar.

4-   Lave as roupas do bebê a mão
A lavagem manual é a mais indicada por permitir uma limpeza um pouco mais detalhada. A pediatra recomenda que se preste bastante atenção nas dobras das roupinhas.
Quando não é possível fazer a lavagem manual, pode-se fazer uso de sacos especializados para colocar a roupa do bebê na máquina de lavar, sempre tomando o cuidado de não misturá-la com as roupas dos adultos e escolher um sabão em pó neutro específico para crianças, usando-o de forma diluída para diminuir a concentração das substancias químicas.

5-   Enxague bem a roupa do bebê
O enxague é uma das etapas mais importantes para garantir que todo resíduo de produto tenha sido retirado. “Enxague com bastante água e mais de uma vez. Essa medida ajuda a evitar coceiras e vermelhidão na pele dos bebês”, recomenda Monica.

*Monique Ribeiro em reportagem especial para o iG.
Fonte: http://especiais.delas.ig.com.br/e-de-casa/noticias/cinco-cuidados-na-hora-de-lavar-a-roupa-do-bebe/

Ah! E não deixem de visitar o nosso ateliê virtual, basta clicar AQUI!

Curtam também a nossa página no Facebook – ArteCrochê produtos artesanais =D

Até mais pessoal =D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s